Prêmio Da Hora

INGRESSOS PARA O CINEMA

Participe

Tempo restante:
Lily Allen critica eficácia do movimento “Me Too”: “Quem já foi preso?”

Lily Allen critica eficácia do movimento “Me Too”: “Quem já foi preso?”

Em recente entrevista concedida para a revista Vice, Lily Allenfoi perguntada sobre o que achava sobre o “Me Too”, movimento de atrizes de Hollywood contra o machismo na indústria do entretenimento.

“Quem já foi preso? Quem já foi pra cadeia?”, questionou. “Se Harvey Weinstein tivesse sido acusado de 52 assassinatos, ele já estaria preso. Ele não está preso”, declarou.

Allen continua: “Ou a gente tem que ser honesto sobre o que nós julgamos ser aceitável em um nível humano, e temos que começar a punir isso como tal, ou nós apenas temos que parar”.

“Quando as pessoas começaram a falar sobre coisas do #MeToo, o que eu vi foi um monte de homens dizendo, ‘eu não, eu não me comporto desse jeito’, enquanto muitos homens que eu conheço se comportam desse jeito sim”, comentou.

Além de criticar a postura dos homens diante do assunto, Lily Allen também criticou a forma que os casos estão sendo tratados: “Ninguém está fazendo nada, entende o que eu digo? Eles não estão mudando o comportamento deles”, disse.

“Isso apenas não parece estar sendo visto de forma tão séria. Ninguém está mudando. Todo mundo está dizendo, ‘isso aconteceu comigo, isso é realmente péssimo’, mas o que está acontecendo como resultado? Tipo, ah tem uma humilhação pública acontecendo, ‘ah não, oh meu Deus, você foi exposto no Twitter’. Isso não muda nada do que aconteceu”, concluiu.

Fonte: Papel Pop